Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019
Brasil

Embratur pede que Funai desista da demarcação de terra indígena na Bahia para construção de resort

Grupo português quer instalar empreendimento na área, que fica entre Ilhéus e Una, no Sul da Bahia.

Por: Vale Agora Web em 29/10/2019 às 8:15

A Embratur, subordinada ao Ministério do Turismo, enviou um ofício à Fundação Nacional do Índio (Funai) manifestando “interesse no encerramento” do processo de demarcação de terras do povo Tupinambá, no Sul da Bahia.

O documento se baseia na “intenção” de um grupo português de hotéis de instalar dois resorts na área e cita a necessidade de “segurança jurídica” para que o investimento seja feito (veja o documento abaixo).

O caso foi divulgado inicialmente pelo “The Intercept Brasil” e o G1 também obteve o documento. O G1 entrou em contato com a Funai, a Embratur, e a empresa interessada na área, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

Ofício da Embratur para a Funai fala sobre o 'interesse no encerramento' do processo de demarcação de terras indígenas Tupinambá de Olivença — Foto: Reprodução/G1

Fonte: Informe Alagoas / G1

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário