Quinta-Feira, 24 de Agosto de 2017
Geral

Defesa Civil distribui barracas para moradores de comunidade em Marechal Deodoro

Por: Vale Agora Web em 26/05/2017 às 8:55

csm_csm_deslizamento_50d8ff260e_2cfe67ac05Na manhã desta sexta-feira, 26, membros da Defesa Civil Estadual estão indo até um trecho da BR-424, próximo a Ponte do Roma, em Marechal Deodoro, Litoral Sul de Alagoas, para entregar dez barracas aos moradores da região que ficaram desabrigados após suas casas inundarem com o grande volume de chuva que cai em Alagoas desde o início desta semana.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil Estadual, major Moisés Melo, a chuva se intensificou desde ontem (25), na Capital e Zona da Mata alagoanas. O transbordo das margens das lagoas podem atingir casas ribeirinhas.

A situação de seca dos afluentes, no entanto, parece não ter sido resolvida ainda. “Os rios da Zona da Mata, Sertão e do Agreste estão acumulando água, mas ainda falta muito para que se regularize o nível das barragens nas áreas que costumeiramente são atingidas pela seca”, explicou o major. Ainda segundo o major Moisés, não houve graves incidentes ligados à chuva em toda Alagoas.

Em Maceió, o número de atendimentos junto à Defesa Civil Municipal já  passa de 100, desde o último domingo (21). Os pedidos de socorro se intercalam em causas como ‘ameaça de desabamento de casas, árvores, e deslizamentos de barreira.

A Defesa Civil de Maceió está atuando desde as duas últimas semanas em uma força-tarefa com técnicos e engenheiros agrônomos fazendo avaliações de risco, limpeza de canais e inserindo lonas para evitar deslizamentos em áreas de risco.

Mais de 15 árvores caíram na capital, uma delas foi na Rua Augusta, mais conhecida como Rua das Árvores, no Centro da cidade, onde um muro de um estacionamento particular ficou parcialmente destruído.

Na capital alagoana há 14 estações de pluviômetro, as quais registraram até a noite dessa quinta-feira (25), 377 mm de água, de um total de 380 mm previstos para todo mês de maio.

“Esse período é conhecido como a quadra chuvosa e ainda faltam dois meses para acabar essa temporada, então é preciso que a população seja paciente e esteja atenta, mesmo quem não mora em área de risco”, alertou o secretário-adjunto da Defesa Civil Municipal, Dinário Lemos. “O fato de ter sido muita água que caiu de maneira contínua é o que se torna mais preocupante”, completou.

Esta mesma intensidade de chuva está prevista para continuar em Alagoas até o próximo domingo, 28.

por Redação TNH1

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário