Quinta-Feira, 16 de Agosto de 2018
Geral

Lavagem do Senhor do Bonfim reúne religiosos de matriz africana em Maceió

Por: Vale Agora Web em 15/01/2018 às 9:40

201801141728_24f6f1a335A tradicional Lavagem do Senhor do Bonfim aconteceu neste domingo (14), em Maceió. Em sua 18º edição na cidade, a celebração idealizada pela Rede Alagoana de Povos e Comunidades Tradicionais e Matriz Africana visa combater o preconceito e a intolerância religiosa. Neste ano, a cerimônia tem como tema “Origem, identidade e missão do amado Jesus, Senhor do Bonfim”.

A concentração de católicos e povo de santo aconteceu durante a tarde na Rua São João, localizada no bairro do Jacintinho e que contou com a participação musical das crianças e adolescentes da banda Afro-dendê.

Pai Célio ressaltou a importância da celebração

FOTO: ANA CLARA MENDES

Em seguida, os religiosos seguiram em cortejo até a Igreja do Senhor do Bonfim, localizada no bairro do Poço, onde as baianas realizaram a lavagem com água, flores e perfumes.

Conforme o Pai Célio Rodrigues, babalorixá criador do Núcleo de Cultura Afro brasileira Iyá ogum té, a celebração irá levar a água de Oxalá em praça pública para pedir a ele por grandeza, vida saúde e harmonia.

“A gente considerada a água elemento sagrado. Este também é nosso momento de dizer não à intolerância, seja ela religiosa, LGBT ou aos negros. Também é um momento muito importante para nós de matriz africana mostrar a cara”, explicou Pai Célio.

Durante a cerimônia, a secretária da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh), Cláudia Simões revelou que este é o segundo ano em que acompanha a lavagem. “É uma emoção muito forte e inexplicável. Estamos aqui para dar visibilidade a nossa luta contra intolerância religiosa. Acompanhar esse momento é nossa obrigação”, disse.

 Por Ana Clara Mendes | Portal Gazetaweb.com

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário