Domingo, 22 de Abril de 2018
Brasil

Hoje comemoraria 94 o Menestrel das Alagoas; Conheça sua trajetória

Por: Vale Agora Web em 28/05/2013 às 13:47

Menestrel das AlagoasNo dia 28 de maio de 1917 nasce em Viçosa, Alagoas um dos maiores políticos e empresário brasileiro – Teotônio Brandão Vilela, o Menestrel das Alagoas, filho de Elias Brandão Vilela e Isabel Brandão Vilela.

Cursou o primário em Viçosa e o secundário em Maceió e Recife, Teotônio frequentou duas faculdades de Engenharia e Direito, mas não concluiu nenhum dos cursos, tornando-se autodidata, em 1937 volta para Alagoas.

De volta a Alagoas se torna agropecuarista e passa a trabalhar com o pai Elias Vilela, mas tarde faz sociedade com parentes e se torna usineiro, a usina da família localizava-se em Junqueiro.

Casa-se então com Helena Quintela Brandão Vilela, com quem tem 7 filhos, incluindo o atual governador de Alagoas Teotônio Vilela Filho.

Carreira Política

Foi um dos fundadores da União Democrática Nacional (UDN), elegendo-se deputado estadual pela legenda em 1954. Em 1960 é eleito vice-governador.

Em 1966 é eleito para exercer o primeiro mandato como senador, onde foi membro das comissões de  Economia, de Agricultura, de Redação, de Ajustes Internacionais, de Legislação sobre Energia Atômica e de Indústria e Comércio. Nas eleições de 74 foi reeleito.

Foi em 1974 com a posse do presidente Ernesto Geisel que Teotônio iniciou sua luta pela democracia brasileira, foi em busca de personalidades e instituições em busca da realização de um projeto de institucionalização da política brasileira, o que seria chamado “Projeto Brasil”.

Aderiu então a Frente Nacional de Redemocratização que tinha um programa parecido com o Projeto Brasil, mas que dava maior mobilização. Incansável busca pela democracia recebeu em 1979 título de Cidadão Paulistano pela Câmara Municipal de São Paulo com as seguintes palavras:

Cidadão de Viçosa de Alagoas, dos arredores da Serra dos Dois Irmãos, um dos últimos redutos da Guerra dos Palmares, vivo contemplando a imagem do Zumbi, sinto-lhe os rumos dos sonhos e o calor do sangue libertário.”

Em 1982 deixa sua vida política já filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro, o PMDB em decorrência de um câncer generalizado, em novembro de 1982 morre vítima de um câncer.

Em 1983 Teotônio Vilela é homenageado por Milton Nascimento e Fernando Brant que compõem a música “O menestrel das Alagoas” que se tornou um dos hinos do movimento Diretas Já em 1984 movimento que pedia eleições diretas no Brasil.

O PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), em 19 de setembro de 1995, criou o Instituto Teotônio Vilela, órgão de estudos e formação política do partido e, e em 25 de abril de 2005, foi inaugurado, em Maceió, o Memorial Teotônio Vilela, uma obra de Oscar Niemayer em homenagem ao Menestrel das Alagoas, como ficou conhecido nacionalmente, devido a sua luta pelas liberdade política e a redemocratização do Brasil.

 

 

Menestrel das Alagoas ( Milton Nascimento e Fernando Brant)

Quem é esse viajante
Quem é esse menestrel
Que espalha esperança
E transforma sal em mel?
Quem é esse saltimbanco
Falando em rebelião
Como quem fala de amores
Para a moça do portão?
Quem é esse que penetra
No fundo do pantanal
Como quem vai manhãzinha
Buscar fruta no quintal?
Quem é esse que conhece
Alagoas e Gerais
E fala a língua do povo
Como ninguém fala mais?
Quem é esse?
De quem essa ira santa
Essa saúde civil
Que tocando a ferida
Redescobre o Brasil?
Quem é esse peregrino
Que caminha sem parar?
Quem é esse meu poeta
Que ninguém pode calar?
Quem é esse?

 

 

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário