Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Brasil

Mãe de Vitória Gabrielly passa mal e não vai ao enterro da menina que foi achada morta

Por: Vale Agora Web em 18/06/2018 às 9:49
Foto por: Matheus Fazolin/G1

Foto por: Matheus Fazolin/G1

Sob forte comoção, centenas de pessoas acompanharam o enterro da garota Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, na manhã deste domingo (17), no cemitério de Araçariguama (SP).

A menina foi encontrada morta no início da tarde de sábado (16), em uma área de mata às margens de uma estrada de terra no bairro Caxambu, área rural da cidade. Vitória Gabrielly estava desaparecida desde o dia 8 de junho, quando saiu para andar de patins.

Segundo a prefeitura, cerca de 2 mil pessoas acompanharam o velório, que começou às 7h, e o enterro, pouco depois de 9h30.

Amigos e parentes disseram ao G1 que a mãe da garota, Rosana Guimarães, passou mal e não foi ao velório. O advogado da família, Roberto Guastelli, confirmou ao G1 que mãe não se sentiu bem e não conseguiu se despedir da filha.

Sem falar com a imprensa, o pai Roberto Vaz esteve presente e ajudou a carregar o caixão da filha.

Uma área do cemitério precisou até ser isolada por conta do grande número de pessoas. Durante a manhã, amigos, familiares e colegas da escola em que a jovem estudava chegaram para prestar as últimas homenagens.

Músicos da igreja que a família frequenta estão no cemitério e tocam em homenagem à Vitória Gabrielly.

Uma colega da Vitória Gabrielly disse, durante o velório, que fazia aula de dança na igreja em que elas participavam juntas.

“Foi um choque quando ficamos sabendo que ela sumiu e ontem, quando confirmou a morte. Muito difícil. Era uma menina feliz. O pessoal da igreja ajudou a procurá-la aqui na cidade, colando cartazes… Muito triste”, diz.

Francisco Cavalcanti é morador da cidade e acompanhou o velório. “Aqui todo mundo se conhece, eu carreguei ela no colo e hoje acabar assim é muito triste. Não temos nem palavras.”

Após ser enterrada, moradores, amigos e parentes homenagearam a Vitória Gabrielly com aplausos.

Por: Redação com G1

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário