Quarta-Feira, 15 de Julho de 2020
Economia

Pedidos de seguro-desemprego crescem 14% em Alagoas no mês de maio

Por: Vale Agora Web em 09/06/2020 às 20:32

Os pedidos de seguro-desemprego em Alagoas cresceram 14% em maio deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

De acordo com dados do Ministério da Economia, divulgados nesta terça-feira (9), 8.247 trabalhadores alagoanos solicitaram o benefício em maio passado. No mesmo mês de 2019, foram 7.177 pedidos no estado.

O crescimento em relação a abril deste ano é ainda maior, chega a 45%. Foram 5.687 pedidos naquele mês e, em maio, 2.560 pedidos a mais, chegando a 8.247. Os números evidenciam também que a pandemia alterou a forma de solicitação utilizada pelos usuários. 94% dos pedidos feitos no estado em maio deste ano foi por meio virtual. Em maio de 2019, esse mecanismo foi usado por apenas 0,5% dos trabalhadores.

Todavia, o aumento nos pedidos registrados em Alagoas estão abaixo da taxa registrada nacionalmente. Em maio deste ano, foram registrados 960.258 pedidos de seguro desemprego no País. Esse número é 53% maior do que o verificado no mesmo mês do ano passado, quando foram feitos 627.779 pedidos.

De acordo com o Ministério da Economia, os três estados com maior número de requerimentos de seguro-desemprego, no mês de maio, foram: São Paulo (281.360); Minas Gerais (103.329) e Rio de Janeiro (82.584).

Como são feitos os pedidos

De acordo com o governo, os trabalhadores que perderem seus empregos sem justa causa durante a pandemia do coronavírus poderão pedir o seguro-desemprego por meios eletrônicos.

Isso pode ser feito de duas maneiras:

Nos dois casos, o trabalhador pode dar entrada no pedido do seguro. Isso deve ser feito de 7 a 120 dias após a demissão.

 

Por Gazeta Web

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário