Domingo, 18 de Novembro de 2018
Economia

Usina em Alagoas liderará produção de açúcar dentre as cooperativas do Nordeste

Direção de usina cooperativada em Pernambuco visita a Coopevales/Uruba em Alagoas

Por: Vale Agora Web em 25/10/2018 às 7:06

urubaTrês safras após arrendamento e gestão da usina Uruba (Atalaia/AL) pelo modelo de cooperativa de fornecedores de cana (Coopevales), no mesmo padrão das usinas Coaf/Cruangi e Agrocan/Pumaty em PE, a unidade alagoana deve ser tornar líder do NE na produção de açúcar por este tipo de cooperativismo. A afirmação é de Alexandre Andrade Lima, presidente da Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana), da Associação dos Fornecedores de Cana de PE e da própria usina Coaf. A Uruba deve moer 700 mil toneladas de cana, tendo toda a produção voltada à fabricação de açúcar, superando as cooperativas de PE, conforme falou Lima durante visita a unidade nesta terça-feira (23).

Lima e uma comitiva da Coaf, formada por Rodrigo Borba (Conselho Fiscal) e o gerente geral da unidade, Rubmar Gonçalves foram recebidos pelo presidente da Coopevales/Uruba, Túlio Tenório; pelo vice-presidente Juarez Acioli Junior; e pelo conselheiro Fernando Pinto. Quando começou a produzir na safra 2015/16, esmagou 469 mil toneladas de cana. “No ano passado, também ficou atrás da Coaf e da Agrocan, mas, nesta safra vai superar ambas”, contou Lima, bastante animado com o que viu na usina, administrada por 110 fornecedores cooperativados daquela região de AL.

Em outra região alagoana há outra experiência exitosa de cooperativismo de fornecedores independentes de cana. Tem a Pindorama, que produz bem mais que a Coopevales, Coaf e a Agrocan, ultrapassando um milhão de toneladas de cana por safra. Porém, como explica Lima, a Pindorama, a mais antiga dentre todas elas, tem um outro modelo de cooperativismo.

 

Fonte: Assessoria

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário