Segunda-Feira, 18 de Dezembro de 2017
Entretenimento

Sul-africana vence o Miss Universo 2017; brasileira fica entre as Top 10

Por: Vale Agora Web em 27/11/2017 às 7:44
Miss é a segunda da África do Sul a ganhar o concurso de beleza FOTO: AP PHOTO/JOHN LOCHER

Miss é a segunda da África do Sul a ganhar o concurso de beleza
FOTO: AP PHOTO/JOHN LOCHER

A modelo sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters, de 22 anos, venceu o Miss Universo 2017 na madrugada desta segunda-feira (27), em Las Vegas, nos Estados Unidos. A representante da Colômbia ficou em 2º lugar no concurso de beleza e a da Jamaica, em 3º. A Miss Brasil, Monalysa Alcântara, ficou entre as 10 semifinalistas da competição.

Esta é a segunda vez na história que uma representante da África do Sul é coroada no concurso, que neste ano teve recorde de participantes. Demi-Leigh desbancou outras 91 competidoras, incluindo a miss brasileira, que foi eliminada na seleção das top 5 do concurso.

A jovem sul-coreana recebeu a coroa da francesa Iris Mittenaere, que ganhou o título de Miss Universo 2016.

Esta edição do concurso introduziu pela primeira vez uma escolha por zona geográficas, na seleção para as 16 mais belas, segundo os jurados. Foram 4 representantes da Europa, 4 da Ásia e Pacífico e 4 das Américas.

Miss Brasil ficou entre as top 10 do concurso

FOTO: AP PHOTO/JOHN LOCHER

 

Miss sequestrada

Além de modelo, Demi-Leigh Nel-Peters, é recém-formada em administração pela Universidade de North-West. Nascida na província de Cabo Ocidental, ela também trabalha ajudando mulheres com treinamento de autodefesa, depois que foi sequestrada, pouco mais de 1 mês após ser coroada miss África do Sul. A história foi contada pela miss em vídeo, exibido durante o evento.

Sem gafe

O evento deste ano foi apresentado novamente por Steve Harvey, que no concurso de 2015 confundiu as vencedoras e anunciou a miss Colômbia, em vez da miss das Filipinas Pia Wurtzbach. Desta vez, nenhum erro foi cometido pelo apresentador, que fez piadas com a gafe.

Gazeta Web

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário