Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
Esportes

Ceará marca no fim do jogo, vence Flamengo e cala o Maracanã

Por: Vale Agora Web em 03/09/2018 às 8:28
FOTO: SITE DO FLAMENGO/GILVAN DE SOUZA

FOTO: SITE DO FLAMENGO/GILVAN DE SOUZA

O Ceará calou o Maracanã. Em manhã de estádio lotado, o time alvinegro conseguiu segurar a pressão do Flamengo, marcou no fim e conseguiu mais três pontos na luta contra o rebaixamento. Leandro Carvalho foi o autor do único gol do confronto deste domingo.

Insatisfeita, a torcida rubro-negra chamou o time de “sem vergonha”, xingou o técnico Maurício Barbieri e não poupou nem sequer Paquetá, cria da base e um dos mais ovacionados antes do apito inicial.

Na próxima rodada, o Flamengo encara o Internacional, no Beira-Rio, enquanto o Ceará recebe o Corinthians, no Castelão. Vale lembrar que os dois times que estão na frente do rubro-negro na tabela, São Paulo e Colorado, ainda jogam na rodada, e podem ampliar a vantagem sobre o clube da Gávea.

Novidades

Os dois times apresentaram mudanças. Barbieri optou por Rhodolfo e Piris nos lugares dos suspensos Leo Duarte e Cuéllar. Além disso, Marlos e Dourado voltaram ao time titular. Já Lisca, mudou cinco peças, com Edinho, Arthur e Leandro Carvalho voltando de suspensão e as entradas de Juninho e Calyson

Pressão e gol anulado

O Flamengo começou melhor e tomou conta de boa parte do primeiro tempo, parando nas defesas de Everson. A rede chegou a balançar, mas a arbitragem apontou posição irregular de Diego, que tocou para o gol após desvio de Rhodolfo.

Sustos

Após a parada técnica, porém, o Ceará passou a “gostar do jogo”, como diz o jargão, e, em boas tramas, criou oportunidades claras, fazendo o goleiro Diego Alves, até então mero espectador, trabalhar.

Mais chances desperdiçadas

No segundo tempo, o cenário se manteve. O rubro-negro com mais posse de bola – e mais movimentação, após as entradas de Vitinho e Lincoln – conseguia chegar ao gol adversário, mas faltava capricho. O Ceará, mais fechado, apostava na velocidade pelas pontas.

Para frente

Barbieri ainda deu uma última cartada ao tirar o volante Piris e colocar o atacante Uribe.

Golpe final

Quando o jogo caminhava para o empate sem gols, Leandro Carvalho contou com a indefinição de Réver, driblou o zagueiro e bateu cruzado, garantindo o triunfo do Ceará.

Por Lance!Net

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário