Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019
Esportes

Chamusca diz que namoro com CRB era antigo e prega união por objetivos

Baiano chega para ocupar o cargo deixado por Roberto Fernandes, que pediu demissão após desentendimento, via Whatsapp, com o presidente Marcos Barbosa

Por: Vale Agora Web em 08/04/2019 às 19:26

O ficializado como novo técnico do CRB, Marcelo Chamusca disse, nesta segunda-feira (8), que está feliz em assumir o comando do Galo. O baiano chega para ocupar o cargo deixado por Roberto Fernandes, que pediu demissão após desentendimento, via Whatsapp, com o presidente Marcos Barbosa.

“Estou muito feliz e motivado em poder trabalhar em um 201904081450_07acd9b50cclube da grandeza do CRB.  Era um namoro antigo, que agora virou realidade”, assegurou Chamusca. Nesta terça-feira (9), o novo treinador do Regatas assiste a partida de volta pela 3ª fase da Copa do Brasil contra o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Marcelo Chamusca estreia no clássico contra o CSA no jogo de ida da final do Campeonato Alagoano

FOTO: AILTON CRUZ

Apenas na quarta-feira (10) que o técnico vai comandar o primeiro treino do elenco regatiano no Centro de Treinamento Ninho do Galo, já de olho em identificar o time ideal que entrará em campo contra o CSA, no domingo (14), no primeiro jogo da final do Campeonato Alagoano.

“Temos grandes desafios pela frente, que vamos enfrentar unidos: diretoria, jogadores, comissão técnica e torcida. Juntos, não tenho dúvidas que vamos alcançar todos os nossos objetivos”, finalizou Marcelo Chamusca.

Período de Marcelo Chamusca no Ceará foi com um aproveitamento de 62%

FOTO: THIAGO GADELHA/DIÁRIO DO NORDE

Em 2019, Marcelo esteve a frente do Vitória-BA, e comandou o Leão em 14 partidas, envolvendo o Campeonato Baiano, Copa do Nordeste e Copa do Brasil. Ao todo, foram três triunfos, sete empates e quatro derrotas, o que fez Chamusca deixar o Leão no dia 18 de março, com um aproveitamento de apenas 38%.

Antes do Rubro-Negro, no período em que defendeu o Ceará, Marcelo fez 64 partidas, totalizando 34 vitórias, 17 empates e 13 derrotas, em um aproveitamento de 62%. O seu Ceará marcou 103 gols e sofreu 60.

Por Mauricio Manoel | Portal Gazetaweb.com

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário