Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020
Esportes

Confronto entre CSA e River-PI conta com histórico equilibrado

Por: Vale Agora Web em 31/01/2020 às 18:11

A segunda rodada da Copa do Nordeste reserva um duelo inédito na competição regional. CSA e River-PI se encontrarão pela primeira vez no Nordestão na partida marcada para este sábado (1º), às 16 horas, no Estádio Albertão, em Teresina.

Apesar de acontecer pela primeira vez no maior certame da região Nordeste, as duas equipes contam em seu histórico com dois duelos pelo Campeonato Brasileiro. E conta com jogos bastante equilibrados, tendo uma vitória para cada lado, conforme o blog Jogos do CSA e o radialista Walter Luís. O primeiro deles aconteceu em 1981, pela Série A do Brasileiro, a qual levava o nome de Taça de Ouro.

Na ocasião, o Azulão do Mutange venceu por 2 a 1, com dois gols de Jacozinho, e Sima para o Galo Carijó. A partida aconteceu no Estádio Rei Pelé, em 25 de janeiro de 1981, ainda na primeira fase da competição.

Neste ano, River receberá o CSA no Piauí

FOTO: REPRODUÇÃO

Dono da partida, Jacozinho conversou com exclusividade com a Gazeta de Alagoas e contou como foi aquela partida. “Foi um jogão. Me lembro de um jogo muito pegado, de muita pancadaria, mas tínhamos o Zezinho com habilidade, o Rommel, era um time bom. E tinha Jacozinho lá na frente que desconcertava e fui feliz, muito feliz em dar essa vitória, pois foi marcante em nossa carreira”, disse Jacó. “Aqui, todos que caem no Trapichão a gente dava pancada, era vitória certa”, emendou o craque e ídolo azulino.

O outro confronto entre azulinos e tricolaços aconteceu já nos anos 2000 e foi pela Copa João Havelange. O Azulão esteve no Módulo Amarelo. A partida também realizada no Trapichão, contou com a vitória do River, pelo mesmo placar aplicado pelo clube marujo 19 anos antes: 2 a 1. Dessa vez, Mardônio e Miltinho foram os autores dos gols da equipe piauiense, enquanto pelo azulino Leandro Guerreiro foi o nome da vez.

 

 

 

Por Gazeta Web

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário