Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020
Esportes

Coruripe fica no empate com o Juventude e dá adeus à Copa do Brasil: 0 a 0

Por: Vale Agora Web em 05/02/2020 às 18:10

Não deu para o Coruripe. Na estreia pela Copa do Brasil 2020, o Hulk ficou no empate por 0 a 0, com o Juventude, e deu adeus à competição. Isso porque, por ser o time visitante, o time gaúcho precisava do empate para avançar, colocou o regulamento debaixo do braço e segurou o adversário alagoano, conseguindo a classificação. O jogo foi disputado na tarde desta quarta-feira (5), no Estádio Gerson Amaral, em Coruripe.

O Hulk até que foi superior ao adversário, mas errou muito nas finalizações e não conseguiu balançar a rede do Juventude. No 1º tempo, o time alagoano tentou aos 5 minutos. André Carioca ficou cara a cara com Marcelo Carné, chutou e o goleiro do Juventude segurou.

O jogo chegava à metade da etapa inicial e, aos 22 minutos, por causa do calor intenso, o árbitro Maguielson Lima parou a partida para a reidratação dos jogadores. Quando recomeçou, o duelo seguiu bem movimentado, mas com poucas chances claras de gol.

Aos 35 minutos, o Coruripe tentou. Jair Amaral cruzou na área do Juventude, Genilson protegeu e Marcelo Carné saiu do gol para ficar com a bola. O time gaúcho chegou aos 43 minutos. João Paulo levantou em direção a Pedro Ken, Lázaro chegou primeiro e tirou o perigo.

Aos 45 minutos, de novo o Juventude teve uma boa chance, com perigo. Bruno Alves desceu pela esquerda, cruzou rasteiro, a defesa do Coruripe falhou e Samuel Santos também, para alívio do Hulk.

O árbitro deu 4 minutos de acréscimos e aos 46 minutos, quem chegou foi o Hulk, quando Lázaro abriu espaço, cortou para dentro e chutou forte, vendo a bola passar muito perto do gol de Marcelo Carné.

No 2º tempo, o Coruripe foi com perigo aos 6 minutos. Jonas foi lançado, ficou cara a cara com Carné, mas Genilson fechou o espaço do meia e o goleiro do Juventude evitou o gol da abertura do placar no Gersão..

Aos 13 minutos, de novo o Hulk perdeu a boa chance. Ícaro foi lançado, ficou na frente do gol, mas chutou para fora. Aos 20 minutos, de novo foi dada uma parada para a reidratação dos jogadores.

Aos 27 minutos foi a vez de o Juventude arriscar. Renato Cajá recebeu o ótimo passe dentro da área do Hulk, limpou o marcador e chutou colocado, no ângulo, mas Gustavo fez boa defesa e mandou para escanteio.

O Coruripe apertava em busca do gol que lhe daria a classificação e perdeu uma chance incrível aos 34 minutos. Everson desceu com velocidade, cruzou rasteiro, a bola passou na pequena área adversária e Genilson afastou antes de André chegar.

O Hulk tinha mais posse de bola, mas faltava qualidade no último passe. O segundo tempo foi até os 50 minutos e o jogo se tornou muito truncado no finalzinho.

E, pontualmente, aos 50 minutos, o árbitro apitou o final da partida: 0 a 0, e a eliminação do Coruripe da Copa do Brasil.

Coruripe – Gustavo; Lázaro, Moisés Potiguar, Eduardo Favero e André Carioca; Jair Amaral, Jonas (Ícaro), Palhinha (Everson) e Bruno Souto; André e Ivan (Clebson). Técnico: Joécio Barbosa.

Juventude – Marcelo Carné, Samuel Santos, Genilson, Edcarlos e Eltinho; João Paulo, John Lennon (Fábio), Pedro Ken e Renato Cajá (Reynaldo); Marciel e Bruno Alves. Técnico: Marquinhos Santos.

 

 

Por Gazeta Web

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário