Domingo, 16 de Dezembro de 2018
Esportes

CRB vence CSA no primeiro clássico de 2018 e volta a liderar o Alagoano: 1 a 0

Por: Vale Agora Web em 05/03/2018 às 10:18
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

No primeiro Clássico das Multidões do ano, disputado na tarde deste domingo, no Estádio Rei Pelé, pela 8ª rodada do Estadual, deu Galo em cima do Azulão. O CRB venceu o CSA por 1 a 0 e voltou à liderança da competição, com 16 pontos, mandando o time azulino para a vice-liderança, com 14. Além disso, o Azulão perdeu a invencibilidade no Estadual.

O gol do Regatas foi de Juninho Potiguar, no 1º tempo, numa falha incrível do goleiro azulino Mota. O CRB ainda teve um jogador expulso, aos 26 minutos do segundo tempo. Mesmo assim, o CSA não conseguiu superar o adversário, apesar de ter adotado uma postura mais ofensiva na etapa final.

Agora, pela 9ª e última rodada da primeira fase, o CRB vai enfrentar o ASA, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, enquanto o CSA vai receber o Coruripe, no Rei Pelé. Todos os jogos desta rodada estão marcados para a próxima quarta-feira, com início às 21h45.

Como foi

O 1º tempo começou bem equilibrado. Apenas aos 13min é que surgiu uma boa chance de gol, e foi com o CSA, em cobrança de falta. Xandão foi para a bola e soltou uma bomba. A redonda carimbou a barreira e saiu pela linha de fundo, resultando em escanteio para o time do Mutange.

Campeonato Alagoano: CRB 1×0 CSA

Confira lances e o gol da vitória regatiana no Rei Pelé

O jogo seguiu igual no primeiro tempo, sem muitos lances de efeito, o que facilitava a vida dos marcadores. Também por isso, os dois goleiros não tiveram muito trabalho nos primeiros minutos de partida.

Juninho aproveitou sobre de bola do goleiro para fazer o único gol do jogo

FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

 

Porém, aos 22min, o CRB teve sua real oportunidade de abrir o marcador. Juninho Potiguar tabelou com Neto Baiano, penetrou na área do CSA, mas chutou fraco e o goleiro Mota segurou, sem dificuldade.

O Azulão respondeu aos 24min, com Daniel Costa. De primeira, ele lançou Josimar nas costas da zaga. O atacante dominou e chutou na saída do goleiro, mas João Carlos faz a defesa, salvando o CRB.

Em maior número, torcedor do CRB fez a festa na arquibancada do Trapichão

FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

 

Aos 32min, o CRB chegou de novo com Neto Baiano. Ele recebeu de costas para o gol, acionou Juninho pela esquerda e recebeu de volta, de frente para a barra. O artilheiro regatiano soltou uma bomba, de primeira, e a bola passou raspando o travessão. Grande chance desperdiçada pelo Galo.

Mas aos 35min, o CRB não desperdiçou a oportunidade. Numa falha gritante de Mota, Ayrton lançou pela direita, o goleiro azulino “bateu roupa” e soltou a bola nos pés de Juninho Potiguar, que, mesmo sem ângulo, tocou rasteiro para fazer a festa da torcida regatiana no Rei Pelé: 1 a 0.

Zagueiro regatiano Conceição derruba Josimar na entrada da área e é expulso

FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

 

O jogo passou a ficar pegado, com o CSA tentando o empate ainda no 1º tempo. E o Azulçao chegou aos 41min. Paulinho cruzou da esquerda e Xandão finalizou mais uma vez pelo alto. De cabeça, ele mandou por cima, rente ao travessão.

O árbitro Denis Serafim deu apenas um minuto de acréscimo e não houve tempo para mais nada. A 1ª etapa foi encerrada com a vitória parcial do CRB.

Daniel Costa chutou rasteiro, tirando da barreira, mas desperdiçou a cobrança da falta

FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

 

No segundo tempo, precisando buscar o resultado, o CSA voltou com uma postura diferente e, com dez minutos de bola rolando, chegou ao ataque em pelos menos quatro oportunidades. Porém, não acertava o último passe e ainda pecava na finalização.

Aos 11min, o Azulão teve mais uma boa chance. Em disputa de bola na grande área, Josimar chutou prensado e a redonda sobrou para Didira, que se desequilibrou e caiu pedindo um pênalti que não existiu.

O Galo respondeu aos 14min. Neto Baiano recebeu no contragolpe e lançou Juninho, que acionou Willians Santana pela esquerda. O cruzamento saiu rasteiro e Paulinho fez o corte na hora certa.

Com um homem a mais, CSA também tentou pelo alto, mas não conseguiu superar a marcação regatiana, em tarde inspirada de João Carlos

FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

 

O CSA seguia melhor na segunda etapa, enquanto o CRB, pressionado, só se defendia. Em uma das boas jogadas de ataque do Azulão, Anderson Conceição cometeu falta em cima de Josimar, na entrada da área, e acabou recebendo o cartão vermelho, indo para o chuveiro mais cedo aos 26 minutos. Na cobrança da falta de Daniel Costa, a bola bateu na rede pelo lado de fora, já aos 29 minutos.

E só dava CSA no ataque. Aos 33min, foi a vez de o time do Mutange chegar com Michel Douglas. O atacante foi lançado na grande área e desarmado. Na sobra, Josimar pegou de primeira e João Carlos fez grande defesa no canto direito, espalmando para escanteio.

Artilheiro Neto Baiano não perdeu a oportunidade de acompanhar a torcida na provocação ao rival

FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

 

O CSA – que chegou a jogar com três atacantes – era todo pressão no final da partida, buscando o empate já na base da vontade, mas o Galo se defendia muito bem e, por isso, conseguiu segurar a vitória por 1 a 0, mesmo com um homem a menos.

CRB – João Carlos; Ayrton, Flávio Boaventura, Anderson Conceição e Diego; Feijão, Edson Ratinho, Willians Fernandes (Juliano) e Willians Santana (Rafael Bastos), Neto Baiano e Juninho  Potiguar (Edson Borges). Técnico: Mazola Júnior.

CSA – Mota; John Lennon, Roger, Xandão e Paulinho; Dawhan (Yago), Yuri, Daniel Costa e Didira (Caique); Giva (Michel Douglas) e Josimar. Técnico: Marcelo Cabo.

Por Fernanda Medeiros | Portal Gazetaweb.com

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário