Domingo, 25 de Fevereiro de 2018
Esportes

CSA avança com empate heroico na Copa Brasil: 2×2

Por: Vale Agora Web em 08/02/2018 às 9:20
FOTO: EMANUEL MENDES/ASCOM MANAUS

FOTO: EMANUEL MENDES/ASCOM MANAUS

E foi com sofrimento. Jogando no Amazonas, o CSA arrancou um empate histórico na Arena da Amazônia, diante do Manaus, em 2 a 2, com direito a mais de 20 minutos de paralisação no segundo tempo, em virtude da ausência de ambulância no estádio.

Os últimos momentos do jogo foram emocionantes. Perdendo por 2 a 1 – Deurick abriu o placar, Giva empatou para o CSA e Hamilton, com um golaço, recolocou o Manaus à frente -, o Azulão chegou ao novo empate com Leandro Souza, de cabeça, já aos 64 minutos.

Aos 73, o Manaus teve uma penalidade em seu favor. O atacante Nena, ex-ASA, cobrou e Mota pegou. Logo após a defesa, o árbitro do Distrito Federal encerrou a partida que teve contornos dramáticos no palco de Copa do Mundo.

Com a classificação, o CSA garantiu sua vaga na 2ª fase, uma cota de R$ 600 mil, além da partida contra o São Paulo. E o duelo contra o Tricolor paulista será no Estádio Rei Pelé, na próxima quarta-feira, 14, às 20h30.

O JOGO

O primeiro lance de perigo da partida na Arena da Amazônia surgiu aos 16 minutos. Hamilton, que é ídolo em Manaus, arriscou um lindo chute e Mota defendeu. A resposta do CSA veio aos 24 minutos. Dawhan fez uma bela jogada, Giva dominou e concluiu bem, mas acertou o travessão na melhor oportunidade do jogo até o momento.

Deurick chuta forte, sem chance para o goleiro Mota, e abre o placar na arena

FOTO: EMANUEL MENDES/ASCOM MANAUS

 

Aos 35 minutos, o time da casa abriu o marcador. O lateral Zada cobrou o escanteio, Hamilton fez o desvio e a bola sobrou para Deurick, que venceu Mota e colocou o time amazonense em vantagem.

O CSA chegou ao empate ainda no tempo inicial. Após Didira fazer grande jogada, a bola foi lançada para Giva, que, dentro da área, bateu no canto do goleiro Jonathan.

Lateral Rafinha comemora o gol do zagueiro Leandro Souza

FOTO: MARCOS DANTAS / GLOBOESPORTE.COM/AM

Logo no início do 2º tempo, o CSA aprontou uma ‘blitz’ para o Manaus. No primeiro lance, aos 4 minutos, Giva cabeceou, mas a zaga afastou. No minuto seguinte, Daniel Costa cobrou uma falta com muito perigo. O goleiro Jonathan defendeu, mas se chocou com o zagueiro Deurick.

O choque foi grave e o goleiro do Manaus chegou a ficar desacordado. Jhonatan precisou deixar o jogo de ambulância. A partida ficou paralisada por 25 minutos.

Com o jogo reiniciado, o Manaus chegou ao gol aos 44 minutos de tempo corrido. Hamilton encaixou um lindo chute, marcando um golaço por cobertura: Manaus 2 a 1.

Mas, na sequência, Leandro Souza conseguiu o empate, após cabeceio em cobrança de escanteio e, no lance final, Mota defendeu o pênalti cometido pelo mesmo Leandro – que colocou a mão na bola dentro da área – e cobrado por Nena.

Muito acionado, zagueiro azulino Xandão disputa bola pelo alto

FOTO: EMANUEL MENDES/ASCOM MANAUS

 

Ficha Técnica

Manaus (AM)  x  CSA

Copa do Brasil – 1ª Fase

Local: Arena Amazônia (Manaus-AM)

Árbitro: Vandereli Soares de Macedo (CBF-DF)

Árbitro Assistente 1: Lucas Torquato Guerra (DF)

Árbitro Assistente 2: Marconi de Souza Gonçalo (CBF-DF)

4º Árbitro: Ivan da Silva Guimarães (CBF-AM)

Cartões Amarelos: Hamilton, Deurick, Rossini, Milton (Manaus) Talisson, Xandão e Leandro Souza (CSA)

Expulsão: Hamilton (Manaus)

Gols: Deurick (Manaus) 35′, Giva (CSA) 44′ do 1º tempo; Hamilton (Manaus) 44′, Leandro Souza (CSA) 65′ do 2º tempo

Equipes:

Manaus: Jonathan (Milton);Thiago Granja, Paulão, Deurick (Clayton He-Man) e Zadda; Juninho e Panda; Cleitinho (Romarinho), Hamilton e Rossini; Nena

Técnico: Wladimir Araújo

CSA: Mota, Talisson (Celsinho), Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Dawhan e Marcos Antonio; Giva, Daniel Costa (Bruno Veiga) e Didira; Leandro Kível (Michel Douglas)

Técnico: Flávio Araújo

Por Alberto Oliveira | Portal Gazetaweb.com

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário