Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017
Esportes

CSA: conselheiro revela posições carentes e “nomes de Série A” para 2018

Por: Vale Agora Web em 31/10/2017 às 9:27
FOTO: ASCOM CSA

FOTO: ASCOM CSA

O CSA segue trabalhando na reformulação do elenco visando à temporada 2018, após a conquista da Série C do Brasileiro. E um dos responsáveis por este processo é o conselheiro João Feijó, que, nesse final de semana, esteve no Sudeste do país para viabilizar parcerias com grandes clubes do futebol brasileiro, a exemplo do Santos, com quem o Azulão conseguiu renovar o contrato de empréstimo do zagueiro Rodrigo Lobão.

Acompanhado do presidente do Conselho Deliberativo, Raimundo Tavares, Feijó também esteve em Salvador, informando que o primeiro passo para reforçar o Azulão já foi dado. Sem revelar nomes, adiantou que outros jogadores experientes virão para o Mutange. Segundo ele, tratam-se de atletas com participação no Campeonato Paulista, além de nas Séries A e B do Campeonato Brasileiro.

– Em termos de nomes, por enquanto, só dá para falar sobre o zagueiro Rodrigo Lobão, mais uma vez cedido pelo Santos. Inclusive, já voltamos para Maceió com o termo de empréstimo de sua renovação pronto.

Além de com o presidente do Santos, João Feijó também esteve reunido com dirigentes de Palmeiras e Corinthians. Em Salvador, o clube visitado foi o Bahia.

Apesar do segredo com relação a nomes, João Feijó revela algumas posições nas quais o CSA precisaria se reforçar. Portanto, a expectativa é a de que o CSA receba, além de lateral, zagueiro, meia, volante e atacante de área. Para algumas posições, inclusive, deve receber mais de um atleta.

“Haverá uma mescla de jogadores com certa idade e outros muito jovens. Porém, nenhum deles é aposta. Inclusive, alguns fazem parte deste ou daquele elenco que está participando do Campeonato Brasileiro da Série A”, emendou João Feijó, acrescentando que todos virão a custo zero, com o CSA arcando apenas com a moradia dos profissionais.

Por Francisco Cardoso | Portal Gazetaweb.com

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário