Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Esportes

CSA estraga título do Fortaleza, garante empate no fim e coloca um pé na Série A

Sem Didira desde o início da partida, Azulão vai para o intervalo atrás do placar, mas garante 1x1 com Hugo Cabral aos 36 minutos da etapa final

Por: Vale Agora Web em 07/11/2018 às 6:22

201811062332_61db725833O CSA está muito próximo de conquistar o acesso para Série A do Brasileirão. Nesta terça-feira (6), o Azulão foi à Arena Castelão e empatou com o Fortaleza por 1×1. Com um golaço, Dodô abriu o placar para o Leão, aos 36 minutos da primeira etapa. No segundo tempo, Hugo Cabral voltou a brilhar e garantiu o empate para os marujos.

Além de adiar o título do Fortaleza, o CSA chegou aos 58 pontos e permaneceu na vice-liderança da Segundona. O Tricolor, por sua vez, agora tem 65 pontos e continua necessitando de apenas uma vitória para levantar o caneco.

Veja como foi a partida em Tempo Real!

Na próxima rodada, o Azulão recebe o Atlético Goianiense, no Rei Pelé, sábado (10), às 16h (horário de Alagoas). No mesmo dia, o Fortaleza vai medir forças com o Avaí, na Ressacada, às 16h30 (horário de Alagoas).

Fortaleza 1×1 CSA

Confira os melhores momentos da partida válida pela 35ª rodada da Série B do Brasileirão

O jogo

O jogo começou com o Fortaleza dominando as ações e mantendo mais posse de bola. Logo aos 4 minutos, o artilheiro Gustavo sofreu falta na entrada da área. Nenê Bonilha bateu colocado e a bola passou por cima do gol defendido pelo goleiro azulino Lucas Frigeri.

Volante Dawhan tenta ligar contra-ataque para o CSA

FOTO: RONALDO OLIVEIRA/RCORTEZ/CSA

O CSA encontrava muita dificuldade na saída de jogo e dava oportunidades para o Fortaleza contra-atacar. O veloz atacante Marcinho era quem dava mais trabalho a marcação azulina, principalmente pelo setor esquerdo, mas até os 10 minutos iniciais, o jogo seguia muito preso no meio-campo do gramado.

A primeira chegada do CSA saiu aos 16. Hugo Cabral recebeu de Juan na ponta-esquerda, se livrou da marcação de Tinga e arriscou de fora da área. O chute, no entanto, não assustou o goleiro Marcelo Boeck.

O Leão seguia mais perigoso no campo ofensivo e aos 26 minutos o meia Dodô mostrou aos azulinos o que estava por vir. Ele percebeu Lucas Frigeri adiantado e mandou uma pancada da intermediária. A bola passou raspando o travessão.

Didira deixou o gramado ainda no primeiro tempo sentindo o tornozelo

FOTO: RONALDO OLIVEIRA/RCORTEZ/CSA

A dificuldade do CSA piorou aos 28 minutos, quando Didira sentiu uma lesão no tornozelo e precisou ser substituído por Pio. O volante mal tinha entrado e viu Dodô abrir o marcador. O camisa 10 do Fortaleza recebeu longo lançamento do zagueiro Diego Jussani, dominou no peito e bateu cruzado sem deixar a redonda cair, acertando o ângulo superior direito do goleiro Lucas Frigeri. Um golaço! Fortaleza 1×0.

A melhor chance do Azulão na primeira etapa saiu dos pés de Rubens, que arriscou rasteiro da entrada da área aos 41 minutos e viu Marcelo Boeck salvar o Tricolor.

Hugo volta a brilhar

Rubens teve chances de balançar as redes na Arena Castelão

FOTO: RONALDO OLIVEIRA/RCORTEZ/CSA

O início da segunda etapa parecia mostrar que a noite era mesmo do Fortaleza. Marlon recebeu passe de Dodô, arriscou colocado aos 4 minutos e viu a bola passar muito perto. Mas, quatro minutos depois, o CSA reagiu. Rubens aproveitou falha de Ligger e tocou com categoria por cima de Boeck. A bola caprichosamente beijou o travessão e não entrou.

No intuito de colocar o time para frente, Marcelo Cabo optou por Neto Berola e Jhon Cley nas vagas de Matheus Lopes e Dawhan.

Neto Berola entrou no segundo tempo e mudou a cara do jogo

FOTO: RONALDO OLIVEIRA/RCORTEZ/CSA

As mudanças surtiram efeito e o Azulão passou a rondar a área do Leão. Aos 23 minutos, Hugo Cabral apareceu dentro da área, mas chutou torto. Aos 30, novamente Hugo ficou cara a cara com o goleiro Boeck, mas não conseguiu o arremate.

De tanto insistir, o Azulão chegou ao empate aos 36 minutos. Pio bateu escanteio, Jhon Cley desviou de cabeça e Hugo Cabral, de peito, empurrou para o fundo das redes: 1×1. Nos minutos finais, o CSA quase virou com Rubens, que arriscou da entrada da área, mas a redonda passou por cima. Final de jogo na Arena Castelão: Fortaleza 1×1 CSA.

Elenco azulino comemora ponto conquistado em Fortaleza

FOTO: RCORTEZ/ASCOM CSA

 

Fortaleza: Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Ligger e Adalberto (Leonan); Felipe (Derley), Nenê Bonilha, Marlon (Ederson) e Dodô; Marcinho e Gustavo.

Técnico: Rogério Ceni

CSA: Lucas Frigeri; Celsinho, Elivelton, Xandão e Matheus Lopes (Neto Berola); Yuri, Dawhan (Jhon Cley), Juan e Didira (Pio); Hugo Cabral e Rubens.

Técnico: Marcelo Cabo

Por Isaac Simões | Portal Gazetaweb.com

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário