Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019
Geral

Carnaval: Estado aponta aumento de homicídios e queda no nº de acidentes

Por: Vale Agora Web em 12/02/2016 às 8:11
(Foto: João Urtiga / Alagoas 24 Horas)

(Foto: João Urtiga / Alagoas 24 Horas)

O resultado das ações policiais realizadas durante o período do carnaval foi divulgado na manhã desta quinta-feira (11) pela Secretaria de Estado da Defesa Social (SEDS), em sua sede, localizada no Centro. De acordo com as estatísticas, houve uma redução no número de acidentes de trânsito em Alagoas. No entanto, o Estado confirmou aumento no número de homicídios.

Segundo o coronel Marcus Vinicius Ferreira, da Secretaria de Segurança Pública, foram 28 homicídios registrados pela polícia durante os cinco dias de folia. “Em Maceió foram nove mortes, mas nem todas as execuções foram de vítimas ligadas aos eventos”, garante o coronel. Destas vítimas, quatro estiveram relacionadas a situações de festa, todas as outras, segundo o coronel, são de disputas por tráfico de drogas.

Ainda entre as ocorrências policiais, foram registradas 21 tentativas de homicídio, um número menor do que o registrado em 2015, com 38 atentados contra a vida. “Esse número reflete o nosso trabalho bem planejado e que concentramos bem o policiamento em um ano que teve aumento no número de eventos carnavalescos realizadas no interior e por isso inovamos nas barreiras policiais que vão ser ampliados”, avalia o coronel.

Enquanto isso, o número do acidentes de trânsito teve uma redução de 11 para sete. “O resultado maior foi a redução de acidentes e a busca da não existência de vítimas fatais, que nesse ano ainda ocorreu pela imprudência. Por mais fiscalização que se faça, por mais esforço que se faça, ainda não conseguimos dar conta”, destaca o diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran-AL).

(Foto: João Urtiga / Alagoas 24 Horas)

(Foto: João Urtiga / Alagoas 24 Horas)

Segundo o diretor-presidente, o monitoramento realizado pelo Detran junto com as campanhas educativas resultaram em um efeito psicológico na população. “Foram 200 carros recolhidos e 600 abordagens realizadas somente pela questão da alcoolemia que representa que a tolerância está zero”, diz o diretor-presidente.

Ainda assim, o número de acidentes com motos chamaram a atenção das autoridades. A preocupação foi manifestada pelo coronel Marcelo José, do Corpo de Bombeiros (CB), e pelo próprio diretor-presidente o Detran. Dos sete acidentes com mortes, quatro destes foram com motos. “O índice de acidentes com moto está preocupante”, destaca o coronel.

Por Alagoas 24 Horas

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário