Domingo, 18 de Agosto de 2019
Interior

Construção de IC em Arapiraca fica apenas na promessa do governo Renan Filho

Governador havia garantido novamente a abertura do órgão em 2017, mas Sindpol destaca que até agora nada foi feito

Por: Vale Agora Web em 10/08/2019 às 20:17

Os apelos para a construção de um Instituto de Criminalística (IC) em Arapiraca vêm de vários anos, feitos por vereadores e deputados estaduais que representam o município. Nesse período, o governador Renan Filho (MDB) chegou a garantir a instalação do órgão, intenção reforçada por ele mesmo em 2017, quando já trabalhava pela reeleição. Porém, tudo ficou na promessa. Nesta semana, o Sindicado dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) confirmou que nenhuma medida foi tomada pelo governo nesse sentido até o momento.

“Não existe Instituto de Criminalística em Arapiraca. Existe uma promessa do governador, que até o momento nada fez. Continua gastando uma fortuna para construir Cisps [Centro Integrados de Segurança Pública], prédios frágeis que têm apresentado problemas pouco tempo após sua construção”, pontua Sidney Moreira, agente de polícia e diretor do Sindpol na regional Arapiraca.

De acordo com ele, a construção de um IC na cidade é importante e necessária para o trabalho da polícia na solução de crimes e ainda mais pelo fato de o Estado ter crescido e a estrutura da polícia continuar a mesma de 20 anos atrás. Moreira reforça ainda que a abertura de um instituto em Arapiraca serviria ao atendimento de toda a região Agreste e Sertão de Alagoas, que reúne 50 municípios.

“Quando precisamos do serviço do instituto, é preciso que um perito de desloque de Maceió. Isso leva às vezes tempo de 4 a 5 horas de deslocamento até o local do crime ou até mais que isso a depender da localidade, o que pode até mesmo comprometer o resultado da investigação. A abertura de um Instituto de Criminalística vai facilitar bastante o trabalho da polícia no interior do Estado”, avalia o sindicalista.

A mais recente cobrança pela construção do IC em Arapiraca aconteceu semana passada, durante encontro com o vice-governador no exercício do cargo, Luciano Barbosa (MDB), feita por vereadores do município. E, mais uma vez, concretamente, apenas promessa, conforme revelaram interlocutores da reunião.

Em sua última passagem pelo Agreste, o próprio Renan Filho, ao ser questionado sobre a promessa, feita desde que se candidatou pela primeira vez ao governo do Estado, em 2014. e reforçada novamente em encontro na Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), em 2017, declarou que o governo dele não tinha recursos para investir em tudo o que é solicitado, e a prioridade seria continuar com investimentos nos Cips e a contratação de mais policiais, além da realização de concurso público para a Polícia Civil.

 

 

Por Gazeta Web

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário