Segunda-Feira, 16 de Setembro de 2019
Interior

Uma das mortes em Delmiro pode ter sido queima de arquivo

Delegado Rodrigo Cavalcanti começou a ouvir testemunhas e parentes de Fábio e Ricart

Por: Vale Agora Web em 18/08/2019 às 9:00

A Polícia Civil de Delmiro Gouveia iniciou as investigações sobre o assassinato de Fábio Elias da Silva e Ricart Lima Moreira, vítimas de um duplo homicídio. A PC também acredita que apenas um deles seria o alvo do criminoso. O outro acabou sendo assassinado como queima de arquivo.

O delegado regional Rodrigo Cavalcanti não passa detalhes da apuração do caso, mas adianta que tem como localizar quem matou Fábio e Ricart – conhecidos e benquistos na cidade – que acabaram mortos a tiros enquanto estavam em bar, no centro da cidade, na tarde dessa sexta-feira (16).

Imagens feitas no momento do crime também devem ser analisadas pela polícia, que afirma que o autor do duplo homicídio desceu de um veículo e em seguida disparou em direção às vítimas.  “Acreditamos que um foi morto por queima de arquivo, mas não posso passar detalhes agora e nem citar nomes. Um trabalhava no comércio e outro vendia joias e pelo que soubemos eram pessoas de bem”, disse o delegado.

Na opinião do delegado Rodrigo Cavalcanti, trata-se de uma execução e não está descartada nenhuma linha de investigação. Testemunhas e parentes das vítimas já começaram a ser ouvidas.

 

 

Por Gazeta Web

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário