Terça-Feira, 27 de Junho de 2017
Justiça

Acusados no assassinato de advogado serão julgados em agosto

Por: Vale Agora Web em 26/05/2017 às 9:04

a7b0b78846564696aaf35dee40b010cc_marcosandre-120x90O juiz da 1ª Vara Cível e Criminal de Marechal Deodoro, Hélio Pinheiro Pinto, marcou para o dia 03 de agosto deste ano o julgamento de três acusados de participação no assassinato do advogado Marcos André de Deus Félix, de 40 anos, crime ocorrido em março de 2014, na Praia do Francês.

Juarez Tenório da Silva Júnior, Álvaro Douglas dos Santos e Elivaldo Francisco da Silva são apontados como autores materiais do crime. Eles teriam sido contratados pela empresária Janadaris Sfredo para executar o advogado. Inicialmente, o marido da acusada, Sérgio Sfredo, chegou a ser indiciado por envolvimento no crime. Contudo, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que ele fosse solto por ausência de provas.

O crime teria sido motivado por desentendimentos e disputas judiciais entre a acusada e a vítima. A desavença entre as partes teve início em 2010, após uma ação de despejo da Pousada Lua Cheia. Na oportunidade, Marcus André era advogado dos proprietários do estabelecimento e Janadaris representava os inquilinos no local, que perdeu a causa.

Posteriormente, Janadaris passou a administrar uma pousada e foi morar vizinho à vítima. É relatado que o advogado tornou-se alvo de provocações e perseguições, que afetaram o seu cotidiano. A desavença teria resultado no assassinato de Marcus.

Janadaris foi presa em outubro do ano passado, no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, onde permanece. A Justiça solicitou sua prisão pelo fato de ela ter mudado de endereço sem autorização judicial e por haver indícios de ter coagido uma testemunha.

Da Redação

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário