Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019
Justiça

Justiça concede liberdade a militar acusado de agressão e estupro

Marcos Antônio Medeiros de Moraes teria introduzido um cassetete no ânus do ex-companheiro de sua namorada, segundo investigação policial

Por: Vale Agora Web em 18/03/2015 às 14:09
Ilustração. (Google)

Ilustração. (Google)

O militar Marcos Antônio Medeiros de Moraes, acusado de introduzir um cassetete no ânus do ex-companheiro de sua namorada, em agosto do ano passado, deixou a prisão após a Justiça conceder sua liberdade nessa terça-feira (17).

O advogado Fernando Falcão impetrou remédio jurídico junto à 13ª Vara Criminal da Capital e o magistrado José Cavalcanti Manso Neto acatou o pedido.

O militar e a namorada dele, Joseane Eunice da Silva, foram presos em agosto de 2014, em Maceió, acusados de agressão e de introduzir um cassetete no ânus de um ex-companheiro de Joseane. O crime teria sido motivado após supostamente a vítima ameaçar publicar uma foto de Joseane nua.

Segundo informações do delegado Alexandre César, após o término do namoro entre Joseane e Marcos Antônio, ela iniciou um relacionamento com a vítima, que teria tirado uma foto dela nua. No entanto, o namoro entre Joseane e a vítima teria terminado e ela reatado com Marcos Antônio pouco tempo depois.

Joseane disse à polícia que a vítima ameaçava publicar a foto nas redes sociais, caso ela não reatasse o namoro. Marcos Antônio, então, teria planejado uma armadilha. No entanto, Joseane negou o fato e responsabilizou o atual namorado pela agressão.

“Quando cheguei na casa do meu ex, fui surpreendida pelos dois, além de um homem encapuzado. Realmente, não sabia de nada, não planejei nada e o culpado é meu namorado”, alegou Joseane, comentando que o único intuito de se encontrar com a vítima era excluir a foto do celular.

 

Fonte: Gazeta Web.

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário