Segunda-Feira, 18 de Dezembro de 2017
Maceió

Agentes penitenciários deflagram Operação Padrão e suspendem visitas por tempo indeterminado

Por: Vale Agora Web em 05/12/2017 às 13:08
Sindapen/Arquivo

Sindapen/Arquivo

O Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen-AL) anunciou que a categoria deflagrou a Operação Padrão, ou seja, a suspensão de uma série de serviços, inclusive os procedimentos que viabilizam as visitas aos presos do Sistema Prisional de Alagoas. A paralisação das atividades será por tempo indeterminado.

De acordo com o presidente do Sindapen, Kleyton Anderson, o motivo da paralisação é a quebra do acordo para o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), que é um sonho antigo da categoria.

A Operação Padrão deve seguir por tempo indeterminado e apenas os serviços essenciais serão mantidos dentro do sistema prisional. O vice-presidente do Sindapen, Petrônio Ferreira, informou ainda que as más condições de trabalho também é um dos fatores que motivou a paralisação dos servidores.

“Na verdade, os agentes trabalham sem condições de segurança, sem equipamento, sem treinamento e sem efetivo suficientes. Não haverá greve, mas só vamos manter os serviços essenciais que pudermos realizar dentro da segurança e da legalidade. Não somos super heróis, somos pais e mães de família. Merecemos respeito” desabafou.

Em nota, a Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) disse que ”por conta de diligências apontadas pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), o prazo de envio do processo do Plano de Cargos e Carreiras (PCCs) dos agentes penitenciários de Alagoas não pôde ser atendido, conforme combinado em ata.

Entretanto, é importante salientar que todas as tratativas estão sendo desenvolvidas pela equipe da Seplag para que o encaminhamento seja feito à Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) da forma mais célere possível. A Seplag reafirma o compromisso junto aos servidores do Estado e espera que a categoria entenda os trâmites legais.

É válido ressaltar ainda que demandas como essa estão sendo recebidas pelo Estado por meio da Mesa de Negociação Permanente, canal de diálogo do Governo com todos os servidores que vêm contribuindo para o bom andamento da máquina pública.”

Por Fillipe Lima

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário