Sexta-Feira, 17 de Novembro de 2017
Maceió

Banda de música da PM/AL contará com primeira vocalista mulher

Por: Vale Agora Web em 31/10/2017 às 9:39
FOTO: REPRODUÇÃO

FOTO: REPRODUÇÃO

A banda de música da Polícia Militar de Alagoas ganhou uma nova integrante. Formado por oficiais e praças, o centro musical passa a contar, a partir de agora, com a primeira vocalista mulher. A soldado Raquel Santos, de 33 anos, fará sua estreia neste domingo (5), durante apresentação do Projeto Vem Ver a Banda Tocar, na Rua Fechada, localizada na Ponta Verde. Nomeada recentemente para integrar o centro musical da corporação, ela diz diz que trata-se da realização de um sonho.

Apaixonada por música desde a infância, Raquel contou ao site que as primeiras apresentações que alimentaram o desejo de seguir carreira musical aconteceram em casa, junto à família. Somente aos 17 anos ela teve a oportunidade de integrar uma banda profissional e hoje já conta com um currículo recheado, com passagem por cerca de dez grupos musicais.

Porém, foi o cenário da música alagoana que fez Raquel repensar sua carreira e procurar outro meio de sobrevivência. “A música no estado alagoano é algo complicado. Não existe apoio cultural e nem incentivo por parte das empresas privadas”, afirma.

E foi assim que a história começou a mudar. Ela decidiu prestar o concurso público para soldado da Polícia Militar e acabar com a instabilidade financeira proporcionada pela música.

“Decidi tentar o concurso da PM por afinidade. Sempre achei bonitos a vestimenta e o serviço de defender a sociedade. Quando fui aprovada no concurso em 2013, me apaixonei pela profissão”, conta.

Até o último dia 25, ela integrava o Batalhão de Polícia Escolar (BPEsc). Ela afirma que mesmo exercendo uma profissão bem diferente da artística, nunca abandonou por completo a música. E junto com o marido investiu na criação de uma banda de forró. “Eu e meu marido somos donos da banda e através dela nunca deixei de fazer o que amo”, diz Raquel, que há cinco dias foi transferida para o Centro de Música da Polícia Militar.

A transferência foi recorrente a uma apresentação de Raquel no aniversário do Comandante Geral da Polícia Militar. Colegas de farda que tinham conhecimento da carreira musical da militar fizeram questão que ela cantasse na cerimônia. O que, por fim, resultou no convite para integrar a banda.

“O maestro da banda já vinha pensando em pôr uma mulher frente ao vocal, e quando ele ouviu minha apresentação me fez a proposta”, relembra Raquel, que esperou cerca de 3 meses para que a decisão fosse concretizada. “Foi um período de nervosismo e ansiedade”, destaca.

Com o primeiro ensaio se aproximando, a mais nova vocalista confessa que está muito animada e honrada por fazer parte da banda que por lei tornou-se patrimônio histórico, artístico e cultural do estado.

“Isso sem dúvidas é a realização de um sonho. Estou bastante animada para conhecer todos os integrantes da banda e para minha primeira apresentação”, frisa.

Por Greyce Bernardino | Portal Gazetaweb.com

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário