Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020
Mundo

Bento 16 será ‘Sua Santidade, Papa Emérito’ após renúncia, diz Vaticano

Após renunciar e vai ser chamado de "Papa Emérito" ou "Pontífice Romano Emérito", disse o Vaticano nesta terça-feira (26).

Por: Vale Agora Web em 27/02/2013 às 9:23

Bento XVI será Papa EméritoO Papa Bento XVI vai manter o nome e o título honorífico de “Sua Santidade” após renunciar e vai ser chamado de “Papa Emérito” ou “Pontífice Romano Emérito”, disse o Vaticano nesta terça-feira (26).

O anel papal vai ser destruído, de acordo com a tradição do Vaticano, segundo o porta-voz.

Bento XVI passará a trajar a “batina branca papal clássica”, sem mantelete, segundo o padre Federico Lombardi. Ele também não deve mais usar sapatos vermelhos.

O porta-voz afirmou que Bento 16 tinha tomado as decisões sobre seus títulos após consulta com as autoridades do Vaticano.

O Papa alemão, de 85 anos, vai renunciar em 28 de fevereiro, por conta de sua frágil saúde. O anúncio, surpreendente, foi feito em 11 de fevereiro.

Joseph Ratzinger será o primeiro pontífice a renunciar em mais de seis séculos, o que cria situações praticamente inéditas para a Igreja Católica Apostólica Romana.

Por conta da raridade da ocasião, as autoridades do Vaticano mantêm muitas discussões sobre como será a coexistência de “dois Papas” na Santa Sé, após o conclave que, a partir de data ainda não definida em março, vai escolher o sucessor de Bento XVI.

Audiência geral
Nesta terça, o Papa se prepara para a audiência geral de quarta-feira, últimas dele durante o pontificado.

Ele também organizará seus papéis nos cômodos que irá deixar, segundo o porta-voz.

“Ele precisa separar os documentos sobre o governo da Igreja e suas funções anteriores (prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé), que devem ser arquivados, e as anotações de caráter mais pessoal, que seguirão para sua nova casa”, disse.

Seu secretário particular, o bispo Georg Ganswein, lerá uma seleção de mensagens de todo o mundo, entre elas a de muitos chefes de Estado, e “o ajudará a responder a elas”.

A última audiência de Bento XVI, será feita ao ar livre, na Praça de São Pedro.

Foram distribuídos 50 mil ingressos.

O pontífice deve girar pela praça no papamóvel para se despedir dos fiéis.

O tradicional “beija-mão” será feito após a Audiência Geral, na Sala Clementina, mas apenas para algumas autoridades, segundo a Rádio do Vaticano.

Quinta-feira
Na manhã seguinte, no Palácio Papal, o decano do Colégio de Cardeais, Angelo Sodano, fará um pequeno discurso de despedida, e então cada cardeal poderá separadamente de despedir do pontífice.

Durante a tarde, no Tribunal de Saint-Damase, no coração do pequeno Estado, a Guarda Suíça carregará suas bandeiras em saudação.

Em seguida, ele irá para o heliporto do Vaticano às 17h locais para viajar a Castel Gandolfo, 25 quilômetros ao sul de Roma, a residência de verão do Papa, onde passará dois meses, antes de se estabelecer em um mosteiro no Monte do Vaticano.

Bento XVI chegará à residência de verão e saudará os fiéis a partir da varanda. Esta será sua última aparição como chefe da Igreja. Nada de especial está previsto quando o relógio badalar oito horas. Ele provavelmente estará em oração na capela neste momento.

Às 20h, o pequeno destacamento da Guarda Suíça, em frente à residência, fechará a porta e colocará assim um fim ao seu serviço, reservado exclusivamente para o Papa. Mas a polícia vai continuar a garantir a segurança de “Sua Santidade, o Papa Emérito”.

No Vaticano, a Guarda Suíça continuará a fazer a proteção, apesar do “trono vacante”.

Conclave
No dia seguinte à renúncia, o cardeal Angelo Sodano enviará os convites aos cardeais eleitores – atualmente 115- para as “congregações” que precedem o conclave. Essas reuniões, durante as quais os prelados procuram definir o perfil do futuro Papa, não devem começar antes de segunda-feira.

 

Por Cada Minuto

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário