Quarta-Feira, 17 de Janeiro de 2018
Mundo

Chinês famoso por se arriscar em topos de prédios morre ao cair de 62º andar

Por: Vale Agora Web em 13/12/2017 às 15:29
FOTO: REPRODUÇÃO/WEIBO/WU YONGNING

FOTO: REPRODUÇÃO/WEIBO/WU YONGNING

Um jovem chinês que atraiu mais de um milhão se seguidores ao postar vídeos nos quais aparecia se arriscando no topo dos prédios mais altos da China morreu ao cair do 62º andar de um prédio em Changsha, capital da província de Hunan.

Wu Yongning, de 26 anos, morreu no dia 8 de novembro, mas sua morte só foi confirmada mais de um mês depois, quando fãs começaram a questionar porque suas postagens na rede social Weibo tinham sido interrompidas e a namorada comunicou seu falecimento.

Segundo um tio, que falou ao jornal “Xiaoxiang Morning Herald”, Yongning aceitou o desafio de subir no topo do Huayuan Centre, o edifício mais alto de Changsha, para ganhar um prêmio de 100 mil ienes (cerca de R$ 293 mil). Ele não identificou o patrocinador que pagaria o valor.

O dinheiro, disse o tio, seria usado para ajudar nas despesas médicas de sua mãe e para financiar seu casamento, já que o jovem pretendia pedir a mão da namorada um dia depois do desafio que custou sua vida.

Wu Yongning começou a publicar vídeos com suas arriscadas performances em fevereiro, somando quase 300 postagens desde então e conquistando mais de um milhão de seguidores. Ele trabalhava anteriormente como dublê e tinha treinamento em artes marciais, que dizia ser um dos elementos que o ajudava na execução de seus desafios.

O jovem, que nunca usava equipamento de proteção, costumava advertir aos fãs e seguidores que jamais tentassem copiar seus feitos.

Com mais de um milhão de seguidores, ele tinha quase 300 vídeos de performances de risco e nunca usava equipamento de proteção

FOTO: REPRODUÇÃO/WEIBO/WU YONGNING

Por G1 | Portal Gazetaweb.com

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário