Sexta-Feira, 17 de Novembro de 2017
Notícias

Após assassinato, rival de vereador fica ferido em suposto crime de vingança

Por: Vale Agora Web em 10/11/2017 às 9:56
Reprodução Whatsapp

Reprodução Whatsapp

Após a emboscada que resultou na morte do vereador Adelmo Rodrigues de Melo, de 61 anos, mais conhecido como Neguinho Boiadeiro, no início da tarde desta quinta-feira, 9, um rival da família boiadeiro foi alvo de um suposto crime de vingança.

A vítima em questão se trata de José Emílio Dantas, sobrinho do deputado estadual Luiz Dantas (PMDB). Policiais do 44º DP de Batalha acreditam que este crime pode ter sido um ‘revide’ à morte de Neguinho Boiadeiro, uma vez que existe rixa entre as famílias.

O principal suspeito, até o momento, é o filho do vereador assassinado, José Anselmo Cavalcante Melo, o Preto Boiadeiro. Ele teria ido à casa de José Emílio e atirado contra a vítima. Mas, a informação só será confirmada após a investigação da Polícia Civil.

O secretário de Segurança Pública em execício, delegado Manoel Acácio, disse em entrevista que há a possibilidade de que o crime tenha sido cometido por duas pessoas, que tomou conhecimento da acusação contra Preto Boiadeiro, mas que é prematuro apontar nomes.

Informações do Grupamento Aéreo dão conta que José Emílio foi ferido no ombro direito e apesar de perder muito sangue, passa bem. Ele foi socorrido de helicóptero e transferido para a equipe de solo do Samu que o levou até o Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

O HGE informou que o paciente passou por exames de raio X e segue na ala vermelha da unidade hospitalar.

Outros Feridos

Reprodução / Radar 89Joaquim Lins  Pirauá Neto, de 55 anos

Joaquim Lins Pirauá Neto, de 55 anos

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP/AL), há o registro de três feridos e um morto no município. Acredita-se que os feridos sejam José Emílio; Joaquim Lins  Pirauá Neto, de 55 anos, policial civil que trabalhava como segurança particular de Neguinho Boiadeiro, alvejado durante a emboscada e José Elson Oliveira da Silva, de 26 anos, que levou um tiro de raspão no braço.

Alegando questões de segurança, a SSP disse que não pode informar para onde foram encaminhados os feridos. Contudo, o site apurou com o Hospital de Emergência do Agreste que dois feridos deram entrada na unidade hospitalar, nesta tarde, Joaquim Pirauá, com ferimentos à bala no tórax e no ombro. Ele segue no centro cirúrgico, na área vermelha, e José Elson foi atendido, medicado e já liberado.

Déborah Moraes e Priscylla Régia

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário