Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020
Polícia

PM que confessou atirar em crianças no Sertão ainda não se entregou, diz PC

Jorge Vieira Ramos, de 55 anos, disse à imprensa que perseguia bandido quando disparou contra crianças; MP acompanha o caso

Por: Vale Agora Web em 14/09/2020 às 21:22
Vítimas de 10 e 11 anos de idade foram atingidas nas pernas FOTO: CORREIO NOTÍCIA

Vítimas de 10 e 11 anos de idade foram atingidas nas pernas
FOTO: CORREIO NOTÍCIA

O primeiro sargento da Polícia Militar de Alagoas (PM/AL) Jorge Vieira Ramos, de 55 anos de idade, não se apresentou à Polícia Civil de Alagoas nesta segunda-feira (14), como havia prometido. A informação foi confirmada pelo delegado regional de Santana do Ipanema, Emanuel David.

Em entrevista à imprensa local no último domingo, o militar confessou ser o autor dos tiros que atingiram um adolescente de 13 anos e duas crianças de 10 e 11 anos de idade, na última quinta-feira (10), na cidade de Senador Rui Palmeira, Sertão de Alagoas. Ele também informou que se apresentaria à polícia judiciária.

De acordo com o relato da família, o adolescente de 13 anos foi atingido no tórax e passou por cirurgia, já as duas crianças foram atingidas nas pernas. As vítimas contaram à família que reconheceram o autor dos disparos.

Segundo o relato do militar, o caso trata-se de uma “fatalidade”. Ele contou à imprensa que que estava perseguindo um homem que havia o atacado momentos antes, em um local próximo de onde os meninos estavam. De acordo com Ramos, ao chegar na rua onde estavam as crianças, ele atirou, mas disse que estava escuro e que não as viu. “Eu não deveria ter atirado a esmo. Sei as consequências disso e não estou fugindo da responsabilidade”, reconheceu durante entrevista.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Regional de Santana do Ipanema e acompanhando pelo Ministério Público de Alagoas (MP/AL).

 

 

Por Hebert Borges | Portal Gazetaweb.com

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário