Terça-Feira, 11 de Agosto de 2020
Política

Fernando Toledo rebate acusações de Antônio Albuquerque

Temóteo Correia, Isnaldo Bulhões e Maurício Tavares saíram em defesa de Toledo e refutaram as afirmações de Albuquerque.

Por: Vale Agora Web em 06/03/2013 às 8:57

Deputado Fernando ToledoUma afirmação do deputado Antônio Albuquerque durante uma sessão na Assembleia Legislativa, na semana passada, foi rebatida, na tarde desta terça-feira (05), na Casa de Tavares Bastos, pelo presidente da Mesa Diretora, Fernando Toledo.

Ao final da sessão, Toledo disse que teria que contestar a afirmação de Albuquerque de que o Poder Legislativo de Alagoas estava “falido”. O presidente da Casa colocou que a Asembleia “não faliu e nunca falirá”.

Toledo prosseguiu com seu discurso e citou casos em que a Assembleia Legislativa atuou, como a criação das comissões para apurar falhas na TIM e na Eletrobrás e a aprovação da transferência do governo do estado para o Sertão, para tratar de questões relativas à seca.

“Nós representamos uma instituição forte, que cumpre seu papel junto à sociedade. Não há falência do Poder Legislativo”, colocou o presidente da Assembleia.

Após o final de sua fala, Toledo afirmou que estava encerrando a sessão, quando Albuquerque pediu a palavra. Albuquerque reafirmou o que havia dito na semana passada e reforçou que a Assembleia está falida.

“Falar na falência da Assembleia, posso e devo. Se a Assembleia fosse avaliada pela população teria uma nota baixa. Quando o senhor (Toledo) assumiu o parlamento era melhor do que hoje, havia interação com a população”, disse Albuquerque remetendo-se à época em que era presidente da Casa de Tavares Bastos.

Albuquerque colocou ainda que “não admitia” nenhuma insinuação sobre o período em que passou como chefe da Casa de Tavares Bastos por conta de uma operação policial (Taturana, desencadeada em 2007 pela Polícia Federal). “Já estou ‘moco’ com essa história”.

“Não fiz críticas a ningém. A Assembleia que o senhor diz ter assumido no olho do furação era uma gestão democrática e ninguém ousaria dizer que houve falha no cumprimento das funções. Gostaria que Vossa Excelência respeitasse a minha opinião e meu estilo. Se quiserem e quando quiserem posso mostrar as prestações de contas da minha gestão. Repito: em nenhum momento esta Casa esteve tão frágil politicamente. Com pesar reafirmo a falência da Assembleia”, finalizou Albuquerque.

Toledo rebateu às afirmações do colega parlamentar e colocou que possui uma boa relação com os servidores da Assembleia, destacando também a implantação do Plano de Cargos e Carreiras dos funcionários.

“Não cabe a mim pedir suas prestações de contas. Vossa Excelência muito produziu, mas não posso me acovardar quando escuto que a Assembleia está falida. Tenho o direito de divergir dessa opinião”, retrucou o presidente da Mesa Diretora.

Temóteo Correia, Isnaldo Bulhões e Maurício Tavares saíram em defesa de Toledo e refutaram as afirmações de Albuquerque. “O Poder Legislativo é forte. Tinha o deputado Antonio Albuquerque como inteligente, mas discordo do que ele disse. Ele foi muito infeliz em suas colocações”, afirmou Tavares.

Temóteo disse as declarações de Albuquerque e a discussão com Toledo gerou instaisfação entre os deputados presentes. “Foi um equívoco do deputado Antônio Albuquerque. Se a Casa falir, o estado viraria um saci-pererê”, opinou.

 

Por Teresa Cristina/ Cada Minuto

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário