Sexta-Feira, 17 de Novembro de 2017
Saúde

Após teto desabar, Hospital Universitário diz que não será necessário transferir gestantes

Por: Vale Agora Web em 21/07/2017 às 19:54

whatsapp_image_20170614_at_15.37.14-350x262Após a queda de parte do forro de gesso do 6º andar do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HUPAA), local onde fica situada a maternidade do HU, e o anúncio de que o atendimento a essas pacientes ficará suspenso, a superintendente da unidade, Regina Santos, tranquilizou a sociedade maceioense dizendo que não será necessária a transferência de nenhuma paciente já internada.

Em entrevista a gestora explicou que as pacientes que podiam receber alta médica foram liberadas e as que precisavam continuar internadas foram acomodadas no centro obstetrício do hospital e que A direção médica do Hospital do Açúcar chegou a oferecer leitos vagos para suprir a necessidade do HU.

Veja Também: Falta de estrutura e atraso de verbas suspende atendimento a gestantes em duas maternidades de Maceió

O incidente ocorrido nesta quinta-feira, 20, deixou uma pessoa ferida. Uma mulher que não teve a identidade divulgada, estava acompanhando uma paciente e saia de um elevador quando o teto desabou e um pedaço de gesso a atingiu no rosto. Ela recebeu os primeiros atendimentos no próprio hospital e depois foi transferida para outro hospital, já que o HU não dispõe do serviço de urgência e emergência.

Com a suspensão do atendimento a gestantes de alto risco, esse tipo de paciente deverá procurar a Maternidade Escola Santa Mônica, única unidade de referência no estado.

por: Déborah Moraes

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário