Sábado, 24 de Junho de 2017
Ciência

Com baixo estoque de sangue, hemocentros fazem apelo a doadores

Durante os festejos juninos, transfusões aumentam em cerca de 20% nos hospitais de Alagoas, segundo Hemoal

Por: Vale Agora Web em 23/06/2015 às 20:39
Durante os festejos juninos, transfusões aumentam em cerca de 20%, o que reforça a necessidade de doações (Foto: Divulgação)

Durante os festejos juninos, transfusões aumentam em cerca de 20%, o que reforça a necessidade de doações (Foto: Divulgação)

Durante o período de festas juninas, o número de transfusões cresce em mais de 20% nos hospitais de Alagoas, razão pela qual os Hemocentros de Alagoas (Hemoal) e Regional de Arapiraca (Hemoar) costumam ficar com o estoque de bolsas de sangue reduzido. É o que explica a Secretaria de Estado da Saúde, que faz um apelo em busca de doadores. Segundo a Sesau, a situação é fruto do aumento do número de pacientes internados no Hospital Geral do Estado (HGE), em decorrência de acidentes de trânsito, além dos queimados com fogos de artifício e dos feridos por arma branca e de fogo.

Mesmo com as campanhas de conscientização que alertam sobre o consumo de álcool e a imprudência no trânsito também no período junino, segundo a assistente social do Hemoal, Maria das Graças Padilha, ainda são muitos os acidentes cujas vítimas necessitam de sangue.

“Por esta razão, fazemos um apelo para que os alagoanos possam se sensibilizar e comparecerem às unidades do Hemoal e do Hemoar. A doação é um procedimento simples e que pode salvar três vidas ou mais, uma vez que o sangue é fracionado”, salienta a assistente social do Hemoal, acrescentando que é necessário portar um documento de identificação original e com foto para se candidatar à doação de sangue.

Devido ao feriado de São João, nesta quarta-feira (24), os hemocentros não funcionarão – o atendimento será retomado na quinta-feira (25).

Quem pode doar sangue?

Também é necessário que o voluntário tenha peso igual ou superior a 50 kg, entre 16 a 69 anos de idade. Para os menores de 18 anos, é imprescindível estar acompanhado dos pais, portando um documento de identificação oficial e original dos responsáveis.

Ainda de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde (MS), são impedidos de doar sangue aqueles que tenham contraído hepatite após os 11 anos de idade, além de sífilis, Aids e doença de Chagas. A doação é proibida para gestantes e lactantes. Já para repetir o ato solidário, os homens devem respeitar um prazo de dois meses, enquanto as mulheres ficam impedidas durante três meses após a doação.

Postos de doação

Os voluntários podem realizar suas doações de sangue em três postos fixos. Em Maceió, é possível doar sangue no Hemoal Trapiche, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, e está localizado na Rua Dr. Jorge de Lima. Também é possível se candidatar à doação de sangue no Hemoal Farol, que funciona no Hospital do Açúcar e atende de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h.

Já no interior do Estado, as doações podem ser realizadas no Hemocentro Regional de Arapiraca (Hemoar), situado na Rua Geraldo Barbosa, no Centro. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

 

 

 

Fonte: Gazeta Web.

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário