Domingo, 18 de Agosto de 2019
Zona da Mata Alagoana

Morre em Maceió uma das maiores expressões do folclore alagoano

Dona Ló ganhou notoriedade no mundo da cultura, como poetisa, folclorista, professora e membro da Comissão Alagoana de Folclore

Por: Vale Agora Web em 20/06/2019 às 19:25

dona-loPor consequência de uma AVC, ocasionada no último domingo quando foi internada na Santa Casa de Maceió, morreu por volta das 07h30min desta quinta-feira, a folclorista, Laurinda Maria de Vasconcelos, aos 82 anos de idade. “Dona Ló como era conhecida, ganhou notoriedade no mundo da cultura, como poetisa, folclorista, professora e membro da Comissão Alagoana de Folclore (CAF), além de colaboradora do jornal O Camponez” retrata o advogado e presidente da CAF, Olegário Venceslau.

Dona Ló simplesmente era irmã de um dos maiores folcloristas nordestino, o saudoso professor  Pedro Teixeira. Natural de Chã Preta, dona Ló dedicou sua vida ao magistério e ao ensino na cultura popular em diversas escolas do Estado. Recentemente foi agraciada com o troféu Oscar da Cultura Alagoana e pertencia a Comissão Alagoana de Folclore-CAF. O presidente da entidade e discipulado de Ló Vasconcelos, o advogado Olegário Venceslau lamentou a enorme perda dessa baluarte alagoana que entra para história do nosso Estado.

A prefeita de Chã Preta, Rita Tenório decretou luto oficial por três dias, ao tempo em que lamenta a perda de uma das personalidades da maior expressão cultural de Alagoas; assim como seu esposo, o deputado estadual Francisco Tenório. Familiares de Dona Ló estão convidando parentes e amigos, para o sepultamento que ocorrerá logo mais às 17h, no Parque das Flores, em Maceió. O velório ocorre na Capela 3 do referido Cemitério.

Fonte: Edmílson Teixeira

Notícias Relacionadas

Não há comentários.

Deixe um comentário